Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Instrumentação nuclear
Início do conteúdo da página

Instrumentação nuclear

As atividades desenvolvidas pelo IEN no campo da instrumentação representam uma expressiva contribuição ao setor nuclear brasileiro. Nos últimos 30 anos foram desenvolvidos dezenas de protótipos de equipamentos para espectrometria, radioproteção, medicina nuclear e reatores de pesquisa. Atualmente, o desenvolvimento de novos equipamentos visa a transferência de tecnologia para o setor produtivo. Também são atendidas solicitações para o desenvolvimento de sistemas específicos, a exemplo dos fabricados para a Central Nuclear Angra I e para a Agência Brasil-Argentina de Contabilidade e Controle de Materiais Nucleares (ABACC).

Em 1985 o IEN foi responsável pelo desenvolvimento e fabricação da atual instrumentação nuclear de seu reator de pesquisa, o Argonauta. Com a experiência adquirida, foram desenvolvidas e fabricadas a instrumentação do reator IPEN/MB-01, do Instituto de Pesquisas Energéticas Nucleares (IPEN/CNEN), em 1988; e do reator IPR1, do Centro de Desenvolvimento de Tecnologia Nuclear (CDTN/CNEN), em 1996.

Desde 1997, todas as atividades de desenvolvimento e produção de instrumentação nuclear são executadas segundo o sistema da qualidade baseado na norma NBR ISO 9001. Complementam as atividades de instrumentação o reparo de equipamentos eletrônicos e nucleares para clientes internos e externos e a capacitação de profissionais em manutenção de instrumentação nuclear, no âmbito dos programas de cooperação da Agência Internacional de Energia Atômica para a América Latina.

Sistema de Contagem para Medicina Nuclear
Sistema de Contagem para Medicina Nuclear, utilizado para diagnósticos "in vivo" e "in vitroes.
registrado em:
Fim do conteúdo da página